quinta-feira, 31 de março de 2011

Cartas pra você

          


         Caro Idiota,

  hoje, depois de tanto tempo, lembrei de você. Fazia tanto tempo que isso não acontecia ... ainda bem. Mas sabe o que eu realmente gostei? Dessa vez foi diferente. As feridas não se abriram, nem as cicatrizes voltaram a doer.
  Eu estava andando pelo parque, aquele em que tivemos nossa primeira briga. Você não soube, mas eu chorei aquele dia todo. Cada palavra que você havia falado, passava na minha cabeça e assim, as lágrimas caiam. Eu me deitei e fiquei me perguntando aonde eu errei ... só agora fui entender.
  Escrevi essa carta pra te contar que te esqueci. Você me pediu pra continuar dando noticias, para não me afastar de você, mas até hoje em não tinha conseguido, ou pelo menos achava que não conseguiria. Tinha medo de ter uma recaída e começar tudo de novo. Mas hoje, no meio da aula tediosa de Filosofia, resolvi te escrever, contando que te esqueci. Tantas vezes você pediu isso não é? Consegui. As vezes me vem lembranças na minha cabeça, mas isso não significa que ainda te ame e sim, que amei as coisas que passamos 'juntos'.
  Quero te contar também que estou gostando de outro alguém, completamente diferente de você. As vezes é bom, mudar os gostos, os lugares, o jeito, o sorriso, o perfume. Ele me faz bem, não me machuca, cuida de mim, mas não vou negar que uma boa briga faz falta. Ele não é do tipo que me faz morrer de raiva e segundos depois me mata de rir. Ele é divertido e me diz o que sente, me deixa segura se posso realmente envolver nesse sentimento, mas as vezes o mistério de saber se vai dar certo ou não faz falta. Mas é só isso, saudade, não de você, , mas das coisas que haviam em você que me faziam bem. Isso mudou faz tempo. Chega uma hora que nem um dialogo é mais possível sem uma pequena discussão, sem se estressar.
  Enfim, só quis te escrever pra te contar que estou bem, se isso ainda te importa e que não queria que as coisas terminassem como estão agora. Mas dizem que tudo acontece com um propósito. Te esqueci, já é uma grande coisa, não é? Espero que sim.

Beijos,
De quem já te amou
 
'Eu constantemente sinto saudade das coisas que eu perco, de coisas que já foram minha. Mas não as quero de volta. Já doeu uma vez
  Caio F.'

6 comentários:

Lara Oliveira. disse...

Que carta linda! É tão bom ter essa convicção que esqueceu mesmo, que o coração já é de outro, né? Caio F. Abreu é um divo, ficou ótimo tudo.
Beijos

Maíra Souza disse...

Esqueceu e está bem. É isso que importa!
Caio, caiu certinho aí hein... =)
BjO

giselaine alves ♫ disse...

http://happinesshared.blogspot.com/2011/05/96-desafio.html

Eu já tinha lido, mas não sei comentar... Quero que volte logo a postar! Realmente sinto falta...

Beijocaa

Fernando Gonçalves disse...

Olá, parabéns pelo seu blog.
Te convido a conhecer o meu,
http://carmasepalavras.blogspot.com/

;)

Anônimo disse...

http://achatcialisgenerique.lo.gs/ prix cialis
http://commandercialisfer.lo.gs/ cialis prix
http://prezzocialisgenericoit.net/ cialis prezzo
http://preciocialisgenericoespana.net/ cialis 20 mg

Anônimo disse...

http://prixviagragenerique50mg.net/ viagra prix
http://prezzoviagraitalia.net/ viagra generico
http://precioviagraespana.net/ viagra