domingo, 6 de março de 2011

Chamada Perdida





  Era por volta de umas 3.30 da manhã, quando o telefone tocou. Eu imaginei diversas pessoas, menos você. Achei que era minha melhor amiga chorando pro causa da noite passada, ou aquele menino que eu estava cansada, que não largava mais do meu pé. Mas não, quando eu olhei no visor era você. Sabe quando algo inesperado acontece ... algo que você imaginava todas as noites como seria, e de repente, quando você esquece, quando você menos espera, acontece? Todos os sentimentos que eu tinha lutado tanto para sumirem, voltaram a tona. O coração disparou e eu perdi controle de mim mesma. Eu não sabia o que fazer, se eu não atendia e fingia que estava ocupada ou se atendia no primeiro toque. Apertei em atender e coloquei o telefone no ouvido.
   Você disse um 'Te Acordei?' e eu percebi em apenas 2 palavras que você não estava bem. Eu te conhecia ou melhor, achava que conhecia. Eu conhecia o que você era antes, mas você mudou tanto. Eu respondi que não. Era verdade, naquela noite eu não tinha conseguido dormir, pensando no meu passado, na minha vida de agora, no qual tinha perdido tantas pessoas que eu realmente amava: uma delas você.
Você tentou disfarçar, mas eu sabia que você estava chorando, soluçando. Eu perdida sem entender o que estava acontecendo, tentei perguntar 'O que aconteceu?', mas recuei com medo de não obter respostas, como era costume. Houve um silencio entre nos dois e eu só conseguia ouvir sua respiração ofegante. Eu comecei a ficar preocupada. Meu coração começou a acelerar e eu tentava voltar atrás com todas aquelas palavras que eu nunca deveria ter dito. Como eu poderia estragar algo que tinha tudo para dar certo? Nós éramos perfeitos um para o outro. Foi então que eu comecei a lembrar de todos os momentos que já passamos juntos e meu olhos começaram a derramar aquelas lágrimas que estavam presas dentro de mim a tanto tempo. Aquele silencio me matava a cada milésimo de segundo que pareciam eternas horas de espera.  
  Foi então que eu senti um arrepio, com um toque que recebi pelas costas. Eu paralisei com medo de ser alguém querendo o meu mal e foi ai que ouvi o som da chamada perdida. Me vi perdendo os movimentos e o telefone caiu. Só me passava pela cabeça o porque daquela chamada  Me virei angustiada e te vi em pé, me olhando um sorriso e lágrimas caindo dos seus olhos. Você me abraçou e sussurou no meu ouvido que me amava. Foi naquele momento que eu descobri o significado de segurança. Aquela noite escura e vazia, se transformou em um clarão, onde eu não conseguia perceber os riscos, apenas sentir aquelas borboletas voltando a se instalar no meu estômago.
   E foi com isso, que todas as coisas que já vivi na minha vida vieram a tona, e eu percebi que todos os momentos que eu disse 'Foi o melhor da minha vida' não poderiam nem se comparar a aquele, o nosso momento. .

'Eu ouvi sua voz, sussurrando meu nome, Hermione. E uma bola de fogo atravessou meu coração, me mostrando que eu tinha que voltar. 


   Rony '


3 comentários:

giselaine alves ♫ disse...

como eu amo seus textos *-*

giselaine alves ♫ disse...

selinho do HS pra vocês http://migre.me/40HOO :D

Lara Oliveira. disse...

Ahhh, estou aqui com os olhos cheios de lágrimas, tô falando sério mesmo. Lembrei de tanta coisa, mas ao mesmo tempo me emocionei pela história em si, que coisa linda, super bem escrita, com esses sentimentos presos dentro dela foram bem escritos, ai, tem como não encher os olhos d'água? E ainda mais com esse final com a fala do Rony, outra cena linda também. Nem preciso dizer que já tá nos favoritos esse texto!
Beijos