sábado, 12 de junho de 2010

Desisto!




  Como a felicidade de duas pessoas pode ser o motivo da infelicidade de outra. O momento que eu mais esperava que acontecesse, o que eu mais desejava, que eu sonhava todos os dias, aconteceu, e eu ebri mão disso, tive que desistir. Eu me sinto perdida, sem saber o que fazer. Por que algo que tinha tudo pra me fazer entregar pa você, arriscar, fez eu ficar tão com covarde assim, com medo das consequencias?

   Você queria que eu caisse aos seus pés, que ficasse nas suas mãos, que me entregasse. E eu me entregue. Sim admito: fui boba. Fiz o que voce queria, exatamente como me pediu. E o pior de tudo é que não me arrependo disso.

  Até pouco tempo atrás, quando eu achava que não era nada pra você, eu diria que por você, eu iria até onde eu precisasse, enfrentaria o que fosse preciso e agora, estou aqui sem saber o que fazer
  Eu aprendi a ser forte escondendo o que eu sentia, mais chega uma hora que você não aguenta mais. Doi esconder isso, doi não poder demostrar o quanto é grande esse sentimento, doi não pode me entregar pra você. Desculpa por desistir. Por, na verdade, nem tentar. Desculpa se meu medo de sofrer bagunçou e até destruiu nossa história
 Eu não quero arriscar, não sei aonde isso vai nós levar e sei que não vai durar. As barreiras que nós atrapalham vão ser o suficiente pra fazer isso durar por pouco tempo, mais talvez o tempo suficiente pra eu ficar aqui sofrendo, enquanto voce vive sua vida. Nem sempre a decisão do coração é a mais sabia, por isso decidi pelo que eu acho que é melhor pra mim. Então, para não sofrer, pra não ter que chorar, tive que esquecer o 'nós' e pensar um pouco mais em mim. Lutar pela minha felicidade, mesmo sabendo que depois de conquistada, ela vai ser levado com você
  Talvez não seja, mais você é apenas um da minha vida, não é o unico. Voce por ser 'um' mais importante, no momento, no agora, e não para sempre.
  Só quero que voce saiba que essa decisão doeu mais em mim do que pra você. Mas por favor, me prometa que sempre que acordar, que se sentir mal e que antes de dormir, você vai se lembrar que eu te amo. E muito. E que apesar de tentar muito, eu não vou deixar de amar você. E que se eu fosse um pouquinho mais forte, eu lutaria por você, até o final

3 comentários:

Larissa disse...

que fofo!

Lara Oliveira. disse...

Por pouco, por muito pouco não chorei com esse post. Nossa, não sei como conseguiu descrever tantos sentimentos em um texto. Maravilhoso, lindo, nem sei quais elogios usar, rs. Parabéns, de verdade!

Ana Paula Langoni disse...

Nunca vi um texto tão lindo, que falasse tudo. *-*