sábado, 26 de junho de 2010

Fugir já não basta mais



Eu pensei que estava tudo bem, que eu havia superado o que aconteceu, pensei não estar mais ligando para o que esta acontecendo, mas agora eu me pego aqui, enfrente a essa página em branco, escrevendo coisas sobre você, outra vez. Era pra ter acabado, era pra eu estar feliz, alegre. Mas agora eu estou de baixo de águas que não param de sair dos meus olhos, parece uma cachoeira... A única coisa que eu consigo pensar é em você. Só você, a única pessoa que eu não quero pensar, a única pessoa que eu não quero ouvir e a única pessoa que eu tento fugir.
Era tudo tão fácil quando éramos só nos dois, era tudo muito mais divertido. Eu me lembro de cada momento que passamos juntos, lembro dos seus abraços, dos seus beijos... De cada noite que eu não dormi pensando em você e hoje me vejo acordada, de novo, pensando em nós, pensando em como seria nosso futuro se você tivesse escolhido outro caminho, o meu caminho, seriamos felizes? Às vezes penso que não, não fomos feitos um para o outro, eu sei, mas não quero aceitar isso, vivemos em mundos totalmente diferentes, mas eu insisto em não aceitar isso. Vejo agora que o que eu estou tentando fugir a algum tempo, acabou de me alcançar neste exato momento.

3 comentários:

Lara Oliveira. disse...

QUE LIINDO! Essa postagem parece ser escrita pra mim, linda demais. Vivo me identificando com seus textos. Parabéns! :*

Carol Schittini disse...

QUE LIINDO! Essa postagem parece ser escrita pra mim, linda demais. Vivo me identificando com seus textos. Parabéns! :* (2)

Laís Araújo disse...

nossa vc escreve muito bem,é tão gostoso de ler