segunda-feira, 22 de novembro de 2010

It's over now




 Já é tarde da noite e não consigo dormir. Ouço o barulho da chuva lá fora e isso me traz certas lembranças que eu queria apagar.
 É, mais uma vez você me decepcionando. Fico tentando entender como eu ainda sou capaz de esperar alguma coisa de você. A chuva vai aumentando e eu lembro o porque. Existia um sentimento aqui dentro que fazia eu enxergar a pessoa mais errada do mundo como perfeita. Descubro agora que enxergar os defeitos não é algo muito bem aceito quando o amor acaba. Laços rompidos, corações partidos.
 Alguns dizem que uma ótima forma de esquecer alguém é transformando o amor em ódio e depois de tantas tentativas, optei por essa forma. O objetivo está sendo apenas lembrar dos seus defeitos, mas acho que não está funcionando muito bem, afinal, vendo seus piores defeitos, eu acabo enxergando o meu pior erro: um dia ter conseguido amar alguém asim. Boba, iludida ou apaixonada? Prefiro ficar com a 3ª opção.
 É dificil, mas no final, eu acabo te dando um prêmio que descreve perfeitamente o que você é: uma salva de palmas para o maior mentiroso de todos os tempos.  Espero que você se sinta previlegiado, pois essa será a última vez que eu irei lembrar de alguma coisa relativa a você. Você me enganou, parabéns, mas apartir de então sua cortina acaba de se fechar e você pode me considerar fora dessa platéia para aplaudir seu show.

6 comentários:

Anônimo disse...

Ficou otimo líbia.

Luiza N disse...

Acho que devemos estar passando pelas mesmas coisas. Pelo menos, os textos que eu vejo em que você escreve, sempre me identifico completamente. Parabéns a você por esses textos perfeitos e as outras garotas do blog tbm :D

Lαís Pαmelα :) disse...

Porque as vezes o adeus é a melhor opção.
:'(
Bjs.

jehssicaRuthes disse...

Ameei *-*

Marielle disse...

E de novo amei. Voce consegue escrever tudo que ta sentindo.

Anônimo disse...

peer. /Let