sexta-feira, 24 de dezembro de 2010

Pela última vez






 Eu quero sentir o calor dos seus braços pela última vez. Quero beijar sua boca até sentir que seu gosto vai ficar impregnado em mim. Eu nunca fui uma garota de pedir muito. Quando você perguntou o que eu iria querer de natal, minha maior vontade foi apenas responder: você. Depois pensei em falar: seu amor. O que ia adiantar te ter pra mim , sem você me amar do jeito que eu sempre sonhei? Então pensei em pedir os dois, ficaria satisfeita, mas acho que seria muito aproveitamento da minha parte, você nunca havia perguntado isso e quando pergunta, eu iria querer os dois? Que oferecida. Pensei em pedir um beijo seu, para poder sentir o toque dos seus lábios pela última vez na minha boca. Mas um beijo não seria capaz de acabar com tudo que eu estava sentindo. Eu precisava muito mais do que isso. Eu queria parar no tempo e não deixar você ir pra longe de mim.  Eu sabia que não podia, eu não tinha todo esse poder. Mas um novo ano estava por vir e eu tinha que estar aberta para novas oportunidades que não puderam surgir enquanto eu estava 'hipnotizada' por você. Pensei, mas nada decente vinha na minha cabeça. 
 Então você perguntou novamente. Eu apenas aproximei, peguei na sua mão e sussurrei no seu ouvido: 'Eu nunca quis ser um peso na sua vida, então seria agora que eu decidiria ser. Eu poderia fechar os olhos e te falar os milhares de pedidos que vieram na minha cabeça, mas não, eu não quero isso, não quero pedir algo que você teria que esforçar para me dar. Odeio esforços, fazer algo que você não quer é realmente horrível. A unica coisa que eu esforcei, relativo a você, foi apenas te esquecer e pelo que eu notei foi algo totalmente desnecessário. Então, na minha nada boa educação, eu te peço de volta um presente que eu te dei a primeira vez que eu te vi. Eu nunca pensei que ele fizesse tanta falta. Acho que o problema é que quando eu te dei, eu pensei que você cuidaria bem dele, mas acho que não foi o caso ... eu sinto um vazio aqui. Foi o presente mais importante que eu já dei alguém, pena que a pessoa não deu tanta importância assim pra ele. Meu coração. Você ainda se lembra dele? 
 Eu vou ser boazinha, eu deixo um pedacinho dele com você, mas por favor o devolva. Dá mesma forma que eu lutei, apaixonei e amei sozinha, agora eu decidi me amar.Vários prometeram que iam cuidar bem dele, mas eu achei que ele estava com a pessoa certa. Infelizmente errei. Então antes de você ir embora, deixe ele comigo.
  Decidi me amar, acho que cuidarei muito bem ele. Talvez algum dia eu dê ele para alguém novamente. Não, não me olhe com essa carinha, eu não erraria dando meu coração de novo para você.  

5 comentários:

Xoneiros disse...

Oi gostei muito do blog de vocês, seguem o nosso blog ai pf http://xoneiros.blogspot.com/

Obg bjooos'

Marie Raya disse...

Meu coração tá de férias. Decidi optar pelo amor próprio, por enquanto. Uma graça o texto, beijão :*

Lαís Pαmelα :) disse...

Meu coração também estar de férias.
Nada melhor que amar a si mesmo, sem sofrimento nenhum.
Beijos.
xoxo sofrimento.

Anônimo disse...

tá per amiga linda :D /let

Lara Oliveira. disse...

"Quando você perguntou o que eu iria querer de natal, minha maior vontade foi apenas responder: você. Depois pensei em falar: seu amor." Awn, que fofo! Adorei o texto, ficou ótimo. Desejo a todas vocês um ótimo 2011, cheio de alegrias, amor, e muito mais sucesso pra esse blog que é maravilhoso. Beijos